Comprimidos

Leia a bula.

Ao persistirem os sintomas, procure um médico que saiba responder algo além de "deve ser amor".
Que coisa doentia.

segunda-feira, novembro 15, 2010

Exit, oh shit.

Lá vai você, voltando pra ela e me deixando sem saber como voltar pra mim mesma.
S.O.S emergência, a porta da minha vida emperrou e você ainda se recusa a abrir.
Vou ter que arrombar. Destruir. Ser como você.

6 comentários:

Julia Malaguti disse...

"porque voltar a ser eu mesma sem voce é, no minimo, um desperdicio."
me inspirou a isso.
só (:

Sunflower disse...

Psiu, entra (ou sai) pela enferrujada porta do jardim.

Guilherme Rodriguez disse...

As vezes não nos resta outra alternativa, depois a gente conserta. Te jogo um pé de cabra?

segredosortido disse...

O mundo não precisa mais de papas na língua.

Salve o despejo de palavras!
;]

Davi disse...

O importante é...
vai saber!

extraordinário blog

http://essenciae.blogspot.com/

seudaniel disse...

As vezes só 1 porta não é o suficiente, se tem ainda um muro pra pular...
Mas se você construiu, pode muito bem destruir com um sorriso nos lábios!