Comprimidos

Leia a bula.

Ao persistirem os sintomas, procure um médico que saiba responder algo além de "deve ser amor".
Que coisa doentia.

quinta-feira, novembro 25, 2010

Não que se importe.

estar contigo seria o paraíso
se não teimasses em transformar num inferno salgado.

onde o sal vem das minhas lágrimas, amargas,
insípidas e tão somente
minhas.
talvez seja por isso que não importe.
a dor não te atinge.
o rasgo não se aprofunda até tua carne.
é meu fim,
meu corte,
tua culpa.

teu riso que me arrebenta a alma,
teu cheiro que me confunde a mente,
teu cheio que me esvazia completamente.
e teu gosto que me alivia a morte.

não que se importe.

5 comentários:

Davi disse...

a relação amorosa nem sempre envolve amor. Indiferença, isso é pior que ódio, ao menos quem odeia também é consumido.

Cindy disse...

adorei!

Sunflower disse...

Mandei fazer
De puro aço luminoso punhal
Para matar o meu amor e matei.

Guilherme Sakuma disse...

Cara, tem pelo menos umas quatro ou cinco linhas neste, que eu queria ter escrito.
Isso aí, garota, tá mandado ver.

Almi Júnior disse...

Li esse texto na comunidade, muito bom mesmo.
Estou seguindo.

Beijos