Comprimidos

Leia a bula.

Ao persistirem os sintomas, procure um médico que saiba responder algo além de "deve ser amor".
Que coisa doentia.

segunda-feira, outubro 25, 2010

Se fue.

A: Ainda insistindo nessa ideia de adeus?
B: Nada pode ser mais preciso que a chegada da partida.
A: O que não é preciso é você me deixar.
B: Não se preocupe, não muda muita coisa. Antes éramos um par, agora somos dois.

Porque de pronto ya no me quería
Porque mi vida se quedo vacía

5 comentários:

Luis disse...

poucos momentos são tão cruéis quanto a hora em que se reconhece que o par se dividiu.

teu blog é bem bonito, guria.

Julia Malaguti disse...

saber a hora exata de dizer adeus é quase são difícil quanto conseguir dar o primeiro "olá", o primeiro abraço e o primeiro beijo.
lembrou algo que escrevi para alguem ha algum tempo.

Guilherme Rodriguez disse...

Colocar nos eixos, na verdade eu nem sei se um dia consegui tal façanha comigo...


Enfim, vou esperar de porta aberta com a xícara cheia haha (;
E aproveito pra dizer que esse também ficou muito bom.

Larissa Rodrigues Zaqueo disse...

AAAH pireeeeeeeeeeeeei no seu blog! Você tem um humor negro maravilhoooso, vou seguir *-*
beeijos

Paola. disse...

O título (e o texto) pesam na consciência.
Gostei daqui,e vou voltar sempre que puder.